Home » Archive

Articles tagged with: grafite

[9 abr 2012 | por Luísa Saldanha | Nenhum Comentário | 1.348 views]

Porque o 3D é mesmo um negócio que TÁ SE USANDO.

Não é só nas salas de cinema que esse recurso tá bombando. A arte vem se apropriando do 3D e mostrando que existem maneiras ainda mais geniais e criativas de explorar essa ilusão do que se vê no mainstream.

E a novidade vem do grafite, que sempre reúne a tchurma de pessoas mais ligadinhas e cheias de ideias. O floating graffiti anda invadindo espaços variados, desde prédios abandonados a galerias de arte, passando por favelas brasileiras. A novidade consiste em construir uma imagem que só pode ser vista quando estamos posicionados no ângulo certo.

Ó só que L0k0:

Georges Rousse

Medusa, Anamorph (via).

Anamorphic Typography (via).

Destaque pro trabalho lindão feito pelos caras do boamistura, coletivo espanhol que levou belas mensagens para a Vila Brasilândia (SP). Os próprios moradores ajudaram a construir as palavras, entre elas amor, orgulho, doçura, beleza e firmeza (FMZ). Tem mais imagens aqui e aqui.

[12 mar 2012 | por Luísa Saldanha | Nenhum Comentário | 870 views]

Começou no domingão e vai até abril mais uma expo descolada na galeria Fita Tape, em Porto Alegre.

Dessa vez quem visita a capital gaúcha é a Throw-Up, uma exposição individual do artista Silvio Rodolfo, também conhecido pelo pseudônimo Dose. Com referências que misturam a arte direto das ruas com a formação acadêmica em Artes, o artista já participou de diversas exposições e publicações, ganhou prêmios de gravura e de cerâmica, mas se manteve ativo nas ruas e sempre é citado no meio do graffiti.

Para a expo em questão, Silvio Rodolfo apresenta técnicas  como a pintura, a gravura e o desenho e  também investiga uma nova linguagem: a história em quadrinhos.Vale a pena conferir o diálogo feito entre as peças e o zine criado pelo próprio artista para acompanhar a exposição, que leva o mesmo nome.

Chegou de reclamar que não tem o que fazer? xau.

Throw-up
Uma exposição individual de Silvio Rodolfo

Visitação até 15 de abril
de quarta a domingo, das 13h30 às 18h

Galeria Fita Tape
Av. José Bonifácio, 485
Porto Alegre – RS
Fone: 51 3028 1217
www.fitatape.art.br

[15 fev 2012 | por Luísa Saldanha | Nenhum Comentário | 1.463 views]

Tem quem pense que grafite é CoIsA dE mALokErO, mas os canadenses deram um tapa na cara da sociedade patrocinando o trabalho artístico do coletivo A’shop, especializado em graffiti art na cidade de Montreal.

O trabalho que durou mais de duas semanas e consumiu em torno de 500 latas de tinta transformou a lateral de um prédio em uma obra de arte. Pra mostrar que grafiteiro canadense é coisa fina, os caras fizeram uma releitura modernosa sobre a obra Our Lady of Grace do checo Alphonse Mucha – que aposto que vários metidões aí nunca nem ouviram falar. há.

E tem o vídeo também:


 

Via.

[13 jan 2012 | por Luísa Saldanha | Nenhum Comentário | 782 views]

Não dá pra ficar muito tempo sem falar em 8-bit, porque né, que coisa mais querida do mundo que é qualquer coisa feita em 8-bit.

Dessa vez, os tijolos de um muro foram transformados em pixels para essa animação fofis feita pelo italiano Pao. Street View é curtinho e parece simples, mas levou quatro dias e 700 fotos da parede, que foi pintada e repintada para criar o efeito de movimento. Segundo o autor, essa função de pinta e apaga é uma relação com a natureza efêmera do grafite, que um dia está ali e no outro pode não mais estar. Adoro papo de artista.

E finalmente, o vídeo:

Tem fotos de todo o processo no Flickr do cara.

Via.

[21 dez 2011 | por Luísa Saldanha | Nenhum Comentário | 2.568 views]

A técnica do “grafite reverso” não é novidade. No ano passado, por sinal, virou notícia na nossa querida província de Porto Alegre, quando a frase “Por uma Porto Alegre Limpa” foi escrita com água e detergente sobre a sujeirada das paredes do túnel da Conceição.

Protestos à parte, o trabalho do artista e ilustrador belga Stefaan De Crook, a.k.a. Strook, parte dessa mesma ideia de criar imagens “limpando” a superfície. Ele criou um mural 100% improvisado no Centro de Arte STUK, na cidade de Leuven usando apenas água pressurizada sobre o musgo da parede.

Já dizia o poeta: QUEM SABE FAZ AO VIVO!

Via.

[17 ago 2011 | por Luísa Saldanha | Um Comentário | 1.328 views]

Para o amiguinho que não curte os comentaristas de novela/futebol no Twitter no horário nobre tem uma (na verdade duas) dica de programaçã televisiva para se distrair, ficar longe dos perigos da TV aberta e ainda ~adquirir cultura~. Na última semana, foram ao ar na TV britânica dois documentários modernosos tratando de cultura e arte urbana, imperdíveis.

O “The Antics Roadshow” foi produzido por ninguém menos que o queridinho dos artistas urbanos, Banksy. O especial mostra artistas, ativistas, fanfarrões, entre outros dessa turminha marota e audaciosa que usa os espaços públicos para transmitir suas idéias.

Assista aqui, dividido em partes ): com uma propaganda BIZARRA no  começo

O segundo é o “Graffiti Wars: Banksy vs. Robbo”, definido como um “documentário urbano” que examina a street art e o grafite, dando especial atenção para os conflitos e briguinhas entre os dois grandões Banksy e Robbo.

Assista aqui, em partes também, enquanto não tiram do ar D:

Pra assistir agora ou guardar pro último capítulo da novela.

[9 ago 2011 | por Luísa Saldanha | 2 Comentários | 1.516 views]

Você, pessoa bem informada, já pode ter ouvido falar nesse que é chamado o “grafite do futuro”. Enquanto tem gente jogando tinta ecologicamente correta na rua para colorir o trânsito, os adeptos das manifestações mais moderninhas usam a tecnologia para deixar suas marcas por aí. As luzes de LED já renderam invenções brilhantes como o spray de LED, que para ter as baterias recarregadas basta ser agitado como uma lata de spray comum.

Outra ideia genial são os throwies: junte uma luzinha de 10mm com uma bateria e prenda tudo em um ímã. Depois é só jogar pra cima e deixar tudo colorido, como fizeram em Berlim no começo desse ano (ó o vídeo).

Por aqui, o pessoal do #projetofireworks promoveu uma intervenção parecida também no começo desse ano, entre a Augusta e a Paulista, em São Paulo.

“Grafite” bonitinho fofo colorido. Óun.

[13 jul 2011 | por Rafael Jardim | Nenhum Comentário | 1.582 views]

Quando o artista britânico não está aprontando alguma para chamar a atenção, um ou outro vira a chave e assume este papel. A mais recente descoberta saiu de Baltimore para o mundo: a fotógrafa americana Julia Kim Smith criou a série “At Home With Banksy”.

Indo de encontro com a cena artística atual, a artista nos mostra o seu lado pop satirizando cenas do cotidiano com a ilustre presença do hóspede fanfarrão no seu traje mais conhecido, encapuzado. Criativa ou não, a sua idéia merece destaque. Bom, pelo menos pela originalidade.

at-home-with-banksy-by-julia-kim-smith-0

at-home-with-banksy-by-julia-kim-smith-1

at-home-with-banksy-by-julia-kim-smith-2

at-home-with-banksy-by-julia-kim-smith-3

E a última boa nova do fanfarrão-mor do Reino Unido foi um presente para o casal Kate Moss e Jamie Hince. Enquanto os dois viajam em lua de mel, Banksy aproveitou para “invadir” a mansão da modelo na calada da noite e dar um pequeno gift: um graffiti especial no banheiro do casal.

Belo presente, não?

Via.

[6 jul 2011 | por Rafael Jardim | Nenhum Comentário | 1.096 views]

Os pichadores e grafiteiros de plantão podem e devem continuar sonhando. O Everfresh Studio alimentou ainda mais este sonho ao apresentar o seu novo trabalho, o Graff Mobile.

Esta van, é um exemplo típico de veículo que mais agrada este povo que faz intervenções urbanas. Nela,  tem tudo, absolutamente tudo, que envolve este tipo de expressão. Desde inúmeros modelos e cores de sprays,  a luvas, máscáras, cordas, fitas e mil e outros utensílios.

Graff-Mobile-street-art-07

Graff-Mobile-street-art-05

Graff-Mobile-street-art-03

Graff-Mobile-street-art-08

Graff-Mobile-street-art-02

Graff-Mobile-street-art-01

Graff-Mobile-street-art-09

Graff-Mobile-street-art-04

Vai dizer, a idéia é boa né? Mas pode ser um tiro no escuro para quem estiver contra a lei.

Via.

[26 mai 2011 | por Rafael Jardim | Nenhum Comentário | 2.919 views]

Sim, meu povo! Hoje pela manhã o Diário Oficial da União publicou mais uma lei para inibir a ação de jovens pichadores e grafiteiros. A idéia desta nova norma é proibir a venda da tinta spray para menores de 18 anos.

Mas convenhamos, isso pode diminuir a ação dessa juventude que até pode ser considerada aventureira e sem maturidade. Mas vale lembrar, não é porque o cigarro e o álcool são proibidos que os menores vão deixar de consumir. Afinal, todo mundo sempre tem um amigo mais velho.

spray-2714

Mas esta nova lei, além de normatizar a venda de spray aerosol apenas para maiores, também descriminaliza o graffiti. Só o graffiti. Ela afirma que com a autorização do proprietário do “muro”, tudo ok. Sim, isso já acontecia há muito tempo, só não estava registrado. Afinal, você faz com o seu imóvel o que bem entender, não é mesmo?

Bom, é importante ter noção que isso não vai diminuir drasticamente o número de intervenções em locais públicos. Com certeza pode dificultar, mas não extinguir todo esse movimento que não para de crescer.

Mais sobre a nova lei:

  • O spray só poderá ser vendido para maiores, mediante documento de identidade e a emissão de nota fiscal no nome do comprador;
  • As latas de spray deverão trazer inscritas as expressões “Pichação é crime” e “Proibida a venda para menores de 18 anos”. O comerciante que não cumprir isso será punido com multa ou até a suspensão total de suas atividades;
  • Tanto pichação quanto grafitagem  - sem consentimento dos proprietários – são considerados crimes com pena de detenção de três meses a um ano;
  • Todas estas modificações terão prazo máximo de 180 dias para entrar em vigor após a regulamentação da lei.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...