Home » Archive

Articles tagged with: synth

[9 mai 2013 | por Flávio Lerner | Nenhum Comentário | 421 views]

Na verdade são 13 minutos, mas descontei o tempo de shalalá de créditos pro título ficar redondo. Não amolem.

Na segunda-feira, os meios de comunicação da espetacular Red Bull Music Academy soltaram um teaser curto e grosso com o James Murphy mais lenhador do que nunca fanfarronando em um cruzeiro.

TEASER – “Too Old To Be New, Too New To Be Classic: 12 Years of DFA” from Red Bull Music Academy on Vimeo.

Sem fazer muito carnaval em cima, dois dias depois já soltaram na íntegra esse doc sobre os 12 anos da DFA, um dos selos mais relevantes na vida da minha, da nossa, da sua insignificante vida. Duvida?

Não apenas por revelar pro mundo artistas como LCD Soundsystem, The Rapture, Hot Chip, Holy Ghost!, Yacht, Joe Goddard e mais uma penca de nomes importantes, a importância do selo criado por James Murphy, Tim Goldsworthy e Jonathan Galky se baseia na integração de dois universos, até então opostos, que definiram o zeitgeist da última década: indie rock + dance music.

Tudo isso pra dizer que, não apenas um simples registro sobre uma label, esse curta é também um resumão histórico da cultura musical da nossa geração. Imperdível.

[2 mai 2013 | por Flávio Lerner | Nenhum Comentário | 517 views]

Sim, decidimos continuar com o hype em cima do Daft Punk. Entenda aqui.

LEGO, Daft Punk e você, tudoavê — afinal, um clássico é sempre um clássico [e vice-versa]. Vi na fanpage do DJ/produtor Bit Funk. Se alguém souber se  existe pra vender por favor, me avise.

Já essa versão 8-bit pra Get Lucky também tem tudo a ver, já que o duo curte tanto brincar com linhas temporais. Essa eu vi no trabalho sujo.

 

[2 mai 2013 | por Flávio Lerner | Nenhum Comentário | 371 views]

Tanto o SBTRKT quanto o Friendly Fires andam meio longe dos holofotes do hype ultimamente. Nada melhor então que lembrar desses baita artistas numa só tacada; essa releitura que o time do produtor londrino tocou ao vivo na Radio 1 pra Blue Cassette, do segundo disco dos FF, ficou bem bacana.

E aqui, como de praxe, a original — também ao vivo:

[25 abr 2013 | por Flávio Lerner | Um Comentário | 543 views]

Vamos ser honestos, modismos vem e vão, mas trocadilhos com traduções de nomes de música nunca vão ficar velhos.

Que belo jeito de começar o dia, hein?

E não vamos nos esquecer da série genial de mixes construída pelo duo australiano!

[22 abr 2013 | por Flávio Lerner | Nenhum Comentário | 374 views]

Depois de Late Night, do Foals, ter ganho um clipe espetacular, a canção é agora remodelada pelo beatmaker escocês Koreless. Remix na pilha ambient, carregado em espacialidade; música eletrônica que não é dance music.

Uma lindeza pura, mas fica a impressão de que deveria ter se desenvolvido bem além dos quatro minutos.

[19 abr 2013 | por Flávio Lerner | Nenhum Comentário | 552 views]

ATENÇÃO: Nossa coluna de vídeos tranzudos está mais foda do que o normal. Não seja bundão e assista os cinco vídeos de hoje, eles são fantásticos.

Começamos com tudo. A engenhoca desenvolvida pra esse clipe do A-Track + Tommy Trash e esse pseudo-plano-sequência fodelozzo é de fazer o OK Go ficar com inveja. Por sinal, que fim levou essa banda, Milton Neves?

Fuck Yeah James Blake! Tava demorando pra esse cara protagonizar a abertura do novo Final Fantasy, mas finalmente aconteceu!

O que não se tem nesse clipe do MS MR? Uma garota vinda do 5ecret 5tar 5istem de Interstella 5555, um Dr. Manhattan dos pobres, molheres sensu@is, fumaça, gosma, putaria, putaria com gosma, o mãozinha…

Pra fechar, dois vídeos que desafiam a homofobia de maneiras distintas. Em Darkness, do duo Du Tonc, o Toro y Moi ajuda a irmã adolescente a ter a aceitação do pai.

E Cardiocleptomania, do LOGO, segue a onda de recentes manifestos contra a intolerância e o machismo nos esportes. Após um começo que lembra muito um clipe do KAMP! postado nessa coluna um tempinho atrás – só que ao invés de belas imagens de belas garotas das piscinas, temos belas imagens de belos rapazes das bicicletas – , as coisas ficam meio gays, e depois temos cenas bastante explicativas sobre o comportamento homofóbico.

[11 abr 2013 | por Flávio Lerner | Um Comentário | 501 views]

A provocação segue, mas a intensidade vai aumentando: acaba de sair o episódio 3 da série The Collaborators — agora com outra lenda viva da disco, Nile Rodgers, do Chic.

No vídeo, Nile fala sobre suas colaborações com Bowie, Duran Duran, Madonna e mais uma penca de gente fodona que ele produziu, até chegar no Daft Punk — que, segundo o próprio Rodgers, evoluiu bastante nesse novo álbum. No final, o cara ainda dá uma palinha do que vamos ouvir da parte dele em Random Access Memories.

Melhor que Star Wars.

[8 abr 2013 | por Flávio Lerner | Nenhum Comentário | 308 views]

Hoje temos novidades de dois artistas que conseguem fazer muito bem pontes tanto entre a dance music e o pop quanto entre o mainstream e o underground. Breakbot vem com a nova track Peanuts, ao mesmo tempo em que Jessie Ware surge com o clipe de Imagine It Was Us – faixa bônus de seu primeiro disco, com produção assinada pelo bamba Julio Bashmore.

Pra curtir numa boa esse final de segunda-feira.

[5 abr 2013 | por Flávio Lerner | Nenhum Comentário | 525 views]

E AINDA VAMOS DIZER ‘VEREMOS’

Toro y Moi mais uma vez com bons vídeos pra excelentes tracks. Em Never Matter temos um bom exemplo de como divulgar o seu trabalho pro povo via mundo offline. Destaque pro Ronaldinho Gaúcho curtindo aos 02:45’.

Clipes pra remixes não aparecem com tanta frequência, mas aqui temos um exemplo bem bacana com. Spring vibezzzz, pura alegria e uma campanha para salvar as serei@s.

Django Django e o clipe-documentário de uns indianos muito doidos.

Dos motoboys acrobatas da Índia aos King of Fighters da Bolívia. MyCool Reporter pegando hoje.

Não fiquei satisfeito com nenhuma das opções que eu tinha aqui pra fechar o post [leia-se nenhum vídeo decente com mulher pelada], então achei melhor encerrar com esse cachorro que dança salsa.

[4 abr 2013 | por Flávio Lerner | 7 Comentários | 726 views]

Se o teasing já tava foda, imagina só o que viria depois.

O Daft Punk soltou ontem na web o primeiro capítulo de The Collaborators – série que reúne os nomes que pegaram junto na produção de Random Access Memories (Columbia, 2013) –, contando com entrevista com ninguém menos que Giorgio Moroder. O lendário produtor revela detalhes dos bastidores com o duo francês, fala sobre dança, cultura DJ, música eletrônica e também conta umas historinhas triviais da sua pacata vida – do tipo como ele revolucionou a disco e a dance music produzindo a Donna Summer. Só isso.

Não sei vocês, mas depois que eu vi isso, botei ainda mais fé que esse disco vai ser o lançamento mais importante dos últimos sei lá quantos anos.

 

~~DiCa Do DiA~~: já vazou tanta produção se passando por track nova do Daft Punk que dava pra montar um álbum duplo só com os vazamentos fakes. Tudo o que se tem de oficial são os dois samples de 15 segundos que foram apresentados nos comerciais do SNL. Não deve sair nenhuma música nova dos caras tão cedo, mas, na dúvida, é só acompanhar a fanpage e o site oficial do novo álbum. Vencedores não usam plágios.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...